quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Querida Querubim-A vida cheia de lábia

Os beijos roubados do Cinema Paradiso
A antiga biquinha de São Vicente
A gruta de Santo Antonio
As rosas-rosa de Santa Terezinha
A vila de casas iguais e geminadas
Azul da lata de bolacha Maria
Amarelo caixa de maizena
Sapatinhos vermelhos de furinhos e fivelinha prata
A loja mágica de papéis
Os cílios das bonecas que andam
A vida muda as pessoas
ser sensível ao tempo e as estações
o lado sombrio das coisas
no inverno a perda do amor me esfria
a vida cheia de lábia é convite de verão
segredos femininos trocados a boca miúda
o cochicho no quarto de dormir
na minha casa antiga tinha um quarto de vestir
Colorir a forma de pensar
me deixo guiar pelo vento
há algo extraordinário a espera
os dias alegres quando as pessoas tem algo em comum
e conversam
Sempre tenho algo a dizer
histórias reais de mundos distantes
conto e escrevo
com liberdade a vida é imprevisível
a livre circulação dos desejos
maços de dinheiro
para os mendigos notas de Hum Real
a vida excitante dos poetas
segredos abertos em metáforas
Atração mútua
Sempre tenho algo a fazer
o tédio não me pega
tudo o que é preciso,
nunca mais ,nunca menos
calmante cromático
para os olhos cansados
a arte do equilíbrio
troncos estáticos
galhos que balançam
cores fortes
vermelho provocador
o solo do hibisco
A natureza se vinga

4 comentários:

Anônimo disse...

queridinha querubim , seu blog está lindo ... como você!!
Beijos da filhinha

Composições - Jazz Fusion - Sinfônico e Poesias disse...

Olá, Cristina.
Parabéns pelo seu blog, muito bom gosto. Madalena e eu colocamos uma letra na música "Andorinha", aquela que dedicamos para você! Voe!

ANDORINHA

Revivendo um sonho bom,
Lembrando a minha amada
Que eu amei uma dia...
Luzes, flores, alvorada...
Cant’a passarada
Toda em meu jardim;
Sonhos lindos de verão,
Tanta alegria no meu coração,
Solenemente toda a natureza encena essa
Beleza pra mim.

Cai o orvalho delicado
Em pétalas, em flores a acariciar,
Brilho, luz do sol dourado a iluminar
O céu azul entre os amores,
Quando se traz lembranças da paixão...
Só pra você amor, eu fiz esta canção.

Passando por momentos tão preciosos que senti e vivi...
Se torna tão presente a recordação de ti.
Cantando esta canção eu tenho a esperança
De ver-te novamente, o teu olhar só para mim.
E, para o meu encanto surge então você, tão linda...
Que és mais bela flor do meu jardim.
Me enlaço em teus braços...
Me entrego aos teus abraços,
Te amarei pra sempre, nunca te esqueci.

(Paulo Costa (Pacco) e Madalena Romagnolo)

Um grande beijo.

Pacco disse...

Olá, Cristina.
Parabéns pelo seu blog, muito bom gosto. Madalena e eu colocamos uma letra na música "Andorinha", aquela que dedicamos para você! Voes!

ANDORINHA

Revivendo um sonho bom,
Lembrando a minha amada
Que eu amei uma dia...
Luzes, flores, alvorada...
Cant’a passarada
Toda em meu jardim;
Sonhos lindos de verão,
Tanta alegria no meu coração,
Solenemente toda a natureza encena essa
Beleza pra mim.

Cai o orvalho delicado
Em pétalas, em flores a acariciar,
Brilho, luz do sol dourado a iluminar
O céu azul entre os amores,
Quando se traz lembranças da paixão...
Só pra você amor, eu fiz esta canção.

Passando por momentos tão preciosos que senti e vivi...
Se torna tão presente a recordação de ti.
Cantando esta canção eu tenho a esperança
De ver-te novamente, o teu olhar só para mim.
E, para o meu encanto surge então você, tão linda...
Que és mais bela flor do meu jardim.
Me enlaço em teus braços...
Me entrego aos teus abraços,
Te amarei pra sempre, nunca te esqueci.

(Paulo Costa (Pacco) e Madalena Romagnolo)

Um grande beijo.

Léo disse...

Agora peguei a Querida Querubim num momento de intensa maturidade e reclusão libertina. Ela sabe que pode tudo, Mais sabe em qual momento deve agir.

Fiquei curioso sobre o Calmante Cromático.

Eu realmente não entendí o que tu quis dizer com isso. Podes me responder por e-mail quando tu tiver tempo?

Direto do Rio.
Beijos.